Cinema

warning: Creating default object from empty value in /var/www/casacinepoa/modules/i18n/i18ntaxonomy/i18ntaxonomy.pages.inc on line 34.

Quanto mais Sheboygan melhor

Sexta-feira, na reinauguração do Arteplex / Espaço Itaú de Cinema, eu pude assistir pela quarta ou quinta vez "Quanto mais quente melhor", agora na tela grande. Leia mais

"Com a alma nos ombros"

Uma canção da resistência italiana, recriada por Armando Trovaioli, atravessa de ponta a ponta "Nós que nos amávamos tanto", obra-prima de Ettore Scola realizada em 1974. Ela é cantada pela primeira vez quando os três jovens amigos Antonio, Nicola e Gianni festejam, abraçados, o final da segunda guerra mundial. Leia mais

O Nome da Casa

A Casa de Cinema de Porto Alegre, como a gente conta em alguma parte deste sítio, começou em dezembro de 1987 como uma proposta de cooperativa, terminou se formando como um condomínio de 4 produtoras e 13 pessoas, e só passou a ser uma produtora propriamente dita 52 meses, muitas discussões e a Leia mais

Hitchcock e as promessas não cumpridas

Fala na mesa "As Promessas da imagem", do seminário "A Imagem necessária", Centro Cultural Santander 21/11/2001. A partir do filme "Um Corpo que cai" ("Vertigo", 1958, dir. Alfred Hitchcock); também na mesa: Jailton Moreira e Maria Ivone dos Santos.
  Leia mais

Londonderry Air

"Londonderry Air" ainda não pode ser o hino nacional da Irlanda do Norte, mas já é aceito como substituto local ao "God Save the Queen" em algumas circunstâncias, como os "Commonwealth Games", disputados a cada quatro anos em um dos cantos daquele que um dia foi "o império em que o sol nunca se põe". Leia mais

Vale Cultura

"O Vale Cultura tem o mérito de ir direto para o bolso do trabalhador, justamente quem mais precisa. (...) Vai usá-lo bem? Leia mais

Da dificuldade de traduzir o tí­tulo do filme "Houve uma vez dois verões"

"Antigamente era antigamente e hoje é um outro tempo. Escutem. Escutem e ouvirão a história daquele que partiu em busca da Primavera. Escutem. Os surdos dos dois tímpanos levarão a notícia aos ausentes, e os cegos dos dois olhos mostrarão aos coxos das duas pernas o lugar onde se passou. Leia mais

Samba do Diretor

Não sei se vocês perceberam que existem músicas para todas as profissões, pedreiros, atrizes, bailarinas, jogadores de futebol, malandros, funcionários, dançarinas, prostitutas, amélias, mas nunca alguém se dignou a fazer um reles sambinha para os diretores. Preenchendo esta lamentável lacuna, aqui vai.
Leia mais

Moviola pra quê?

Em março de 2006, numa lista de discussão de montadores de que eu faço parte, voltou o assunto moviola x digital. Leia mais

Por que moviola?

No século passado, os filmes eram montados em moviolas. Ou não eram, mas eram. No Brasil, particularmente, quase todos os montadores trabalhavam em mesas de montagem Kem, ou Steenbeck, ou Prevost, ou Intercine - mas em geral diziam "vou pra moviola", "passei o fim de semana na moviola" ou "vamos resolver isso na moviola". Leia mais

Divulgar conteúdo

Tags